Como decorar uma casa?

como-decorar-uma-casa.jpeg

A internet está recheada de dicas maravilhosas sobre tendências de como decorar uma casa. Mas, entre almofadas, móveis e paredes de cores contrastantes, muitas pessoas acabam se perdendo.

Em qualquer cômodo da casa, a decoração se inicia de forma parecida: deve ser avaliada a função do ambiente, o espaço disponível e o tipo de clima que se pretende criar. Tudo isso servirá como diretriz para a escolha os móveis, os objetos, as cores e o tipo de iluminação que serão utilizados na decoração.

O mais importante aqui é pensar no que vai te fazer sentir mais confortável: um ambiente mais sóbrio ou um ambiente mais descontraído? Um lugar aconchegante para repousar ou um ambiente em que se possa trabalhar e realizar alguma outra atividade de concentração? Esse tipo de questionamento evita que você cometa erros clássicos de decoração.

Por isso, desenvolvemos este post para mostrar que existe uma forma de pensar e sentir o design de interiores, e que a única questão que existe entre a decoração dos seus sonhos e o resultado final de uma reforma é a sua decisão. Confira!

Escolha as cores certas

Uma maneira simples de escolher as cores para um ambiente é por meio da roda de cores. É fácil reparar que cada cor ocupa uma posição especifica na roda, e que cada cor tem uma relação direta com a cor ao lado.

As cores são classificadas em três categorias. As primárias, vermelho, amarelo e azul, as secundárias, que são obtidas por meio da mistura das cores primárias, e as terciárias, que são o resultado da mistura das cores primárias com as secundárias.

Além disso, existem duas formas das cores se relacionarem: uma se dá entre as cores que estão do lado oposto na roda de cores. Elas são chamadas cores complementares, e são muito utilizadas em conjunto, pois criam uma sensação muito agradável de equilíbrio.

A outra relação é entre as cores harmoniosas, que estão próximas umas da outras na roda de cores. Dessa forma, fica mais fácil combinar as cores de um mesmo ambiente.

Invista em móveis diferentes

Para escolher os móveis, precisamos voltar nas questões básicas: qual é o espaço disponível no cômodo? Quantas pessoas em média utilizarão aquele ambiente?

É muito importante lembrar-se também de tirar as medidas do cômodo e do móvel antes de comprá-lo — para ter certeza que ele não irá atrapalhar a circulação. Por mais que um móvel seja lindo, a rotina dos moradores da casa é a questão mais importante.

Por último, é bom falar da função estética do móvel, da sua cor e de como ela harmoniza com o resto do ambiente. Aqui, vale também dar uma olhada na roda de cores para que o móvel não destoe do restante da decoração do cômodo.

Para dar um toque especial ao seu novo cantinho decorado, pode-se utilizar peças como tapetes e almofadas para dar mais vida e exclusividade ao ambiente.

Utilize truques de iluminação

A iluminação é fundamental para uma boa decoração, e acertar nas escolhas vai deixar o seu dia a dia muito mais agradável! Em cômodos menores, por exemplo, é possível usar uma iluminação embutida, que economiza espaço e dá um charme ao ambiente — em função das luzes indiretas.

Utilizar uma cor mais quente para um ambiente de repouso e uma iluminação mais fria para um ambiente em que são feitas atividades de concentração (cozinha e escritório, por exemplo) irá fazer toda diferença na sua casa.

Outra dica boa é a utilização de lâmpadas de LED, que são mais econômicas e duráveis!

Agora que você já sabe como decorar uma casa, deixe um comentário contando a sua experiência!

2 Comments. Leave new

[…] móveis planejados estão alcançando um lugar importante no mercado de decoração e já são a opção favorita de uma boa parcela dos clientes mais exigentes do setor. Em tempos de […]

Responder

Otimas dicas! adorei!

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.